Um homem de 63 anos de idade foi detido pela GNR, na segunda-feira, no concelho do Sabugal (distrito da Guarda), por suspeita de ter ateado um incêndio florestal.

O suspeito foi detetado por militares da GNR, que, depois de terem avistado uma coluna de fumo, se deslocaram para o local, verificando que o fogo tinha deflagrado apenas alguns instantes antes.

No local, os militares “ouviram ruídos vindos do mato junto ao incêndio”, provocados por “um indivíduo que se tinha colocado em fuga” quando se apercebeu da presença dos militares, refere uma nota do Comando Territorial da Guarda daquela força policial.

“Depois de intercetado, os militares constataram que o indivíduo tinha na sua posse um isqueiro que lhe foi apreendido”, acrescenta a nota, indicando que a localização e detenção do suspeito ocorreram durante um patrulhamento no âmbito da Operação Floresta Segura.

Sujeito a primeiro interrogatório judicial, o detido “foi constituído arguido e ficou sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência”, adianta a GNR.