A GNR anunciou esta quinta-feira a detenção, em Trancoso, de um pastor de 29 anos, por suspeita de ter ateado vários incêndios florestais na área da aldeia de Cótimos.

Segundo fonte do Comando Territorial da GNR da Guarda, o suspeito foi detido pelas 20:30 de quarta-feira, no seguimento de uma investigação em curso para apurar a autoria de vários incêndios florestais que nos últimos quatro dias assolaram aquela localidade.

Na tarde de quarta-feira, a GNR foi alertada por um habitante, «que teria visto um homem a sair do perímetro de um incêndio que tinha acabado de deflagrar», contou.

«De imediato foram efetuadas várias diligências, tendo a GNR abordado o referido indivíduo que confessou a autoria de quatro incêndios naquela localidade», que ateava com um isqueiro, alegadamente «para criação de zonas de pasto» para alimentar o gado, acrescentou a fonte.

Após a detenção, a GNR entregou o suspeito à Policia Judiciária da Guarda para posterior apresentação a tribunal.

A fonte da GNR disse à agência Lusa que os quatro incêndios que o homem é suspeito de ter ateado não ganharam grandes proporções devido à pronta intervenção dos bombeiros.