O concerto solidário "É preciso Acreditar!", a favor das vítimas dos incêndios do dia 15 de outubro, realizado terça-feira à noite em Coimbra, angariou 100 mil euros, anunciou a organização no final do espetáculo.

"A resposta de Coimbra foi a resposta de Portugal, como se viu pelo montante atingido numa hora e meia", salientou, no final, o Presidente da República, que assistiu ao concerto ladeado do comissário europeu Carlos Moedas.

Referindo que "Portugal decidiu fazer tudo o que estava ao seu alcance a pensar no futuro", Marcelo Rebelo de Sousa frisou que "Coimbra não falhou e respondeu ao apelo".

Questionado sobre se deve haver uma mudança na estratégia de distribuição dos donativos, o chefe de Estado disse que "a vida daqueles que são a razão de ser dos donativos vai mudar".

Em Pedrógão Grande, Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos "já está a mudar e, nesta área mais vasta [concelhos atingidos pelos fogos de 15 de outubro], vai mudar porque essa é a vontade que ficou aqui muito clara neste concerto".

"O país, mesmo o que estava mais distante, percebeu que somos um só e que quando corre mal numa parte de nós corre mal a todos nós. Isso ficou percebido e é o mais importante em termos de mensagem depois daquilo que vivemos", sublinhou o Presidente da República.

A receita angariada no concerto "É Preciso Acreditar!", que foi transmitido em direto pela RTP1, será entregue à Cáritas Diocesana de Coimbra, cujas movimentações são auditadas pelo Ministério da Administração Interna e podem ser consultadas através do sítio na Internet www.caritascoimbra.pt.

"As verbas angariadas servirão prioritariamente para ajudar de forma direta e imediata pessoas que dependem de microeconomia e economia de subsistência, que ficaram privadas de exercer a sua atividade pela destruição de que foram vitimas", refere a organização.

No espetáculo participaram voluntariamente Rui Veloso, António Zambujo, Dengaz, André Sardet, João Pedro Pais, João Só, Antigos Orfeonistas da Universidade de Coimbra, Amor Eletro, João Gil, José Cid, Gonçalo Tavares, Fado à Capella, Tatanka, Tim, João Cabeleira e Kalú participam participação voluntariamente no evento.