Uma frente do incêndio de Ribamondego, Gouveia, que progrediu para os concelhos de Fornos de Algodres e Celorico da Beira, rondou uma unidade hoteleira do INATEL, em Vila Ruiva, mas não causou prejuízos.

Segundo o presidente da Junta da União de Freguesias de Juncais, Vila Ruiva e Vila Soeiro do Chão, no concelho de Fornos de Algodres, o incêndio passou pela aldeia de Vila Ruiva.

Rondou o INATEL [as instalações de uma unidade hoteleira da Fundação INATEL], passou junto ao cemitério e foi para a [aldeia de] Carrapichana", concelho de Celorico da Beira)", contou.

Segundo o autarca, o fogo esteve perto mas "sem causar prejuízos".

Manuel Paraíso disse à Lusa, pelas 23:40, que o fogo que se aproximou de Vila Ruiva, "foi controlado" pelos meios no terreno, na estrada que faz a ligação com a povoação de Vila Franca, no concelho de Gouveia.

O presidente da Câmara Municipal de Celorico da Beira, José Monteiro, disseque a frente do incêndio que passou por Vila Ruiva em direção a Carrapichana, aproximou-se da aldeia, mas foi dominada pelos bombeiros.

[O fogo] foi logo apagado na totalidade. Já está em fase de rescaldo. Os bombeiros estão no local para evitar reacendimentos", disse José Monteiro.

O incêndio que começou em Ribamondego, Gouveia, pelas 14:37, está a ser combatido por 209 homens e 62 viaturas, segundo informação disponibilizada na página da internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil.