O número elevado de cidadãos que se deslocou hoje a zonas afetadas pelos incêndios dificultou a ação de bombeiros e autoridades no combate a reacendimentos na Marinha Grande, disse o presidente da Câmara, Paulo Vicente.

O turismo mórbido levou um inúmero de pessoas à zona dos incêndios, o que dificultou e atrapalhou o trabalho dos bombeiros. Apelamos para que as pessoas não se dirijam para aqui [S. Pedro de Moel e Praia da Vieira] e não frequentem as estradas das matas. Parece que estamos em pleno agosto, com tanta gente nestas zonas", lamentou Paulo Vicente.

O presidente cessante recordou que se registaram hoje "vários reacendimentos a norte da Praia das Pedras Negras", no concelho da Marinha Grande, que obrigaram à mobilização de um meio aéreo e mais de meia centena de elementos dos bombeiros.

O autarca ainda que no local estava uma máquina de rasto do município, para circunscrever a área dos reacendimentos, que já estão "controlados e em fase de rescaldo".

Segundo a página oficial da Autoridade Nacional de Proteção Civil, às 18:12, estavam no local 57 elementos dos bombeiros, apoiados por 20 veículos.