Um bombeiro ficou ferido durante o combate ao incêndio que se reativou em Vila Pouca de Aguiar e que está “99% dominado”, disse o segundo comandante operacional distrital de Vila Real.

Borges Machado afirmou à agência Lusa, ao início da tarde, que um bombeiro da corporação de Vila Pouca de Aguiar sofreu uma fratura durante o combate ao fogo e está a ser transportado para o Hospital de Vila Real.

O responsável disse ter a indicação de que se trata de um ferido ligeiro.

Borges Machado referiu ainda que o fogo está a ceder aos meios aéreos e terrestres, sublinhando que “99% deste incêndio está dominado”.

Pelas 13:30 estavam a atuar dois meios aéreos. Segundo a página da internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), no local estão 264 operacionais e 78 viaturas.

Trata-se de uma reativação do fogo que teve início na manhã de segunda-feira, em Soutelinho do Mezio, freguesia de Telões, e que foi dado como extinto uma primeira vez na tarde de terça-feira e depois dado como dominado na quinta-feira pertos das 11:00.

Durante a madrugada de hoje verificou-se uma reativação, que foi dominada às 09:23, tendo-se verificado mais tarde uma outra reativação, que está “praticamente resolvida”.

As atenções vão centrar-se agora nas operações de rescaldo.

Esta semana, o concelho de Vila Pouca de Aguiar foi fortemente fustigado pelos fogos florestais.

Em diversas localidades é possível encontrar armazéns, alfaias, máquinas agrícolas e veículos destruídos, explorações pecuárias devastadas e animais carbonizados. As chamas destruíram ainda uma grande mancha florestal e de mato.

A Câmara de Vila Pouca de Aguiar está a fazer o levantamento dos prejuízos.