A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta segunda-feira a detenção, em Figueira de Castelo Rodrigo, no distrito da Guarda, de um homem de 22 anos «fortemente indiciado» pela autoria de um crime de incêndio de uma habitação.

O Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda refere em comunicado que o detido é suspeito de ter ateado fogo na própria casa de habitação, «onde residia juntamente com os seus progenitores e um irmão».

«O crime de incêndio, que só não assumiu consequências mais gravosas devido à rápida e eficaz intervenção do proprietário da residência, terá sido praticado num contexto de conflitualidade recorrente entre o suspeito e o seu pai.»


O detido foi presente às autoridades judiciárias e ficou sujeito à medida de coação de prestação de termo de identidade e residência.