Notícia atualizada às 15:19

Quatro bombeiros sofreram hoje ferimentos ligeiros durante o combate a um incêndio florestal em Vila Nova de Foz Coa, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) da Guarda.

Os quatro feridos são elementos do Corpo de Bombeiros de Famalicão da Serra, do concelho da Guarda.

De acordo com a mesma fonte, estes bombeiros estavam a combater um incêndio florestal e sofreram queimaduras.

O acidente ocorreu às 13:00. Os feridos foram assistidos no local e na unidade de saúde básica de Vila Nova de Foz Coa.

O incêndio em Almendra foi dominado pelas 14:22, continuando no local 118 operacionais, segundo a página da internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil.

As chamas deflagraram pelas 01:00 de quarta-feira nesta localidade do distrito da Guarda, com a Proteção Civil a informar que pelas 14:40 de hoje estavam no local 111 bombeiros, apoiados por quatro viaturas.

O comandante dos bombeiros de Famalicão, Francisco Gonçalves, contou que dois dos quatro bombeiros «inspiram mais cuidados».

Estes dois homens vão ser transportados de Vila Nova de Foz Côa para Coimbra «por prevenção», uma vez que o hospital da Guarda não dispõe de uma unidade de queimados.

Os restantes feridos vão ser transportados para a Guarda.

Os homens de 20, 23, 47 e 62 anos ficaram com ferimentos na face.

O comandante dos bombeiros explicou à Lusa que os homens ficaram feridos quando estavam a «fazer fogo tático», tendo sido «apanhados por uma rajada de vento e ficaram queimados por radiação».

A página da Proteção Civil registava, pouco antes das 15:00, dois outros incêndios no concelho de Vila Nova de Foz Côa.

Para o fogo em Arnozelo/Numão, que deflagrou pelas 09:10, foram mobilizados cinco bombeiros e um veículo, enquanto para Muxagata, onde as chamas começaram pelas 21:00 de quarta-feira, foram enviados 33 bombeiros e 11 viaturas.