Um total de 117 fogos foram registados até às 18:45 desta quarta-feira pela Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), segundo números divulgados na sua página na Internet.

Os mesmos dados referem que no combate àqueles incêndios estiveram envolvidos 1.913 operacionais, apoiados por 444 meios terrestres e que os meios aéreos foram utilizados por 42 vezes.

Das 117 ocorrências, cinco continuam em curso, nomeadamente nos concelhos de Vinhais, Vila Nova de Gaia, Melgaço, Ponte de Lima e Oliveira de Azeméis.

Daquelas ocorrências nenhuma está na página na Internet da Proteção Civil, que só destaca ocorrências com mais de três horas desde o seu início e com mais de 15 operacionais.

Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, o regresso da chuva, humidade e descida das temperaturas máximas hoje verificado, principalmente, nas regiões do norte e centro criaram melhores condições para o combate aos fogos em Portugal.

Dos restantes incêndios, verificados até às 18:45 de hoje, 75 estão dadas como encerradas (quando termina a presença de meios no local do incêndio), 30 estão em conclusão (incêndio extinto, com pequenos fogos de combustão), três em vigilância (meios no local para atuar em caso de necessidade) e três em resolução (incêndio sem perigo de propagação para além do perímetro já atingido).

Às 18:45, segundo a Proteção Civil, havia quatro alertas (meios em trânsito para local do fogo) e um despacho de alerta (chegada ao teatro de operações).

Inexplicavelmente, dois dos alertas (chegada ao teatro de operações), um para o concelho de Sintra e outro para o concelho de Oleiros, constavam às 18:45 na página da ANPC como referentes às 00:10 e 07:30 de hoje, respetivamente.

Segundo a Proteção Civil, das 117 ocorrências registadas até às 18:45, o maior número ocorreu novamente no distrito do Porto, com 33 ocorrências.

Viseu, com 15, e Viana do Castelo, com 14, foram os outros dois distritos onde se registaram maior número de incêndios, seguidos do distrito de Braga, com 13.

Em Santarém e Beja não tinha sido registada qualquer ocorrência até às 18:45 de hoje.

No mês de julho, segundo as estatísticas da Proteção Civil divulgadas na sua página na Internet, foram registados 4056 incêndios.

Desde 01 de agosto e até segunda-feira, foram registados em Portugal continental 2281 incêndios.

Os dias 09 e 10 de agosto, foram desde o início do ano, os dias em que foram registadas maios número de ocorrências com 380 e 305, respetivamente.