A Polícia Judiciária (PJ) anunciou a detenção de um homem de 61 anos, suspeito de ter ateado um incêndio florestal no concelho da Sertã, no distrito de Castelo Branco, na segunda-feira.

O suspeito atuou num quadro que aponta para um forte impulso e atração pelo fogo e utilizou um isqueiro de cozinha para atear o incêndio", refere o comunicado da Diretoria do Centro da PJ, onde se adianta tratar-se de um homem, solteiro e desempregado.

Segundo a PJ, o incêndio atingiu um terreno povoado com pinheiro bravo novo e mato, tendo ardido uma área pequena, dado que o mesmo foi "prontamente combatido e apagado".

Para a detenção do suspeito a PJ contou com a colaboração da GNR e dos Bombeiros Voluntários da Sertã.

O detido foi presente às autoridades judiciárias competentes para primeiro interrogatório, tendo ficado sujeito à medida de coação de prisão preventiva.

No corrente ano, a PJ já identificou e deteve 31 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.