A GNR deteve uma mulher de 37 anos suspeita de provocar um incêndio florestal registado na quarta-feira em Fafe, alegadamente durante uma queima de sobrantes que não conseguiu controlar, anunciou esta quinta-feira aquela força.

Em comunicado, a GNR refere que o incêndio resultou numa área ardida total de cerca de 20 mil metros quadrados de mato, silvas e outros arbustos.

A detida foi constituída arguida e sujeita a termo de identidade e residência, estando indiciada pelo crime de incêndio florestal.

Vai ser ouvida no Tribunal Judicial de Fafe, para aplicação das respetivas medidas de coação.