O troço entre Ramalhal e Torres Vedras da linha ferroviária do Oeste foi cortado, na tarde desta terça-feira, devido ao incêndio florestal que deflagrou em Torres Vedras, disse à Lusa fonte da CP – Comboios de Portugal.

O troço foi reaberto à circulação cerca das 20:30, informou fonte da CP. Segundo a mesma fonte, os comboios ainda estão a circular com cerca de 40 minutos de atraso.

O alerta para o fogo foi dado às 15:45 e levou à mobilização de cerca de “160 bombeiros que combateram em três frentes”, de acordo com o comandante.

O responsável informou ainda que “o vento muito forte foi o maior problema” no combate às chamas, mas que o incêndio “está praticamente extinto”, causando danos apenas em floresta.

Durante a tarde, dois incêndios florestais, este de Torres Vedras e outro na Azambuja, distrito de Lisboa, concentraram as atenções dos bombeiros. Pelas 19:00, o comandante dos Bombeiros da Azambuja, Pedro Cardoso, comunicou que o incêndio se encontrava extinto e apenas tinha causado “danos no mato”.