A costa norte da Madeira e a ilha do Porto Santo continuam esta sexta-feira, pelo segundo dia consecutivo, sob aviso laranja devido à previsão de tempo quente, informou hoje o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA).

De acordo com o IPMA, a costa norte da Madeira e o Porto Santo estão desde as 00:00 e até às 21:00 sob aviso laranja devido à persistência de valores elevados da temperatura máxima.

As temperaturas máximas no Funchal vão variar entre os 23 e os 30 graus Celsius.

O aviso laranja, o segundo mais grave de uma escala de quatro, é emitido quando o IPMA considera que a situação meteorológica implica um risco moderado a elevado.

O IPMA prevê para hoje na Madeira céu com períodos de muita nebulosidade, possibilidade de ocorrência de aguaceiros nas zonas montanhosas e vento fraco, tornando-se moderado do quadrante sul nas zonas montanhosas para o final do dia.

No continente prevê-se céu pouco nublado ou limpo, apresentando temporariamente períodos de muita nebulosidade por nuvens médias e altas no Minho e Douro Litoral e vento em geral fraco do quadrante leste, soprando moderado na costa sul do Algarve até meio da tarde e nas terras altas até ao final da manhã, e sendo temporariamente de noroeste durante a tarde na faixa costeira a norte do cabo Raso.

Para os Açores prevê-se períodos de céu muito nublado com abertas, aguaceiros mais intensos na ilha Terceira, condições favoráveis à formação de neblinas e vento moderado a forte com rajadas até 50 quilómetros/hora.

Quanto às temperaturas, em Lisboa e Castelo Branco prevê-se uma máxima de 27 graus, no Porto, Braga, Coimbra, Évora, Portalegre e Faro 28, Leiria, Beja e Funchal 30, Guarda e Ponta Delgada 21, Bragança e Vila Real 24, Angra do Heroísmo 20 e Santa Cruz das Flores 19.

Já no continente, cinco concelhos dos distritos de Faro, Santarém e Castelo Branco apresentam hoje risco muito elevado de incêndio.

Segundo o IPMA, em risco muito elevado de incêndio estão os concelhos de Monchique e Silves (Faro), Sardoal e Mação (Santarém) e Vila de Rei (Castelo Branco).

O IPMA colocou ainda sob risco elevado de incêndio vários concelhos dos distritos de Faro, Beja, Portalegre, Santarém, Castelo Branco e Coimbra.

O risco de incêndio determinado pelo IPMA engloba cinco níveis, variando entre reduzido e máximo.

O cálculo é feito com base nos valores observados às 13:00 de cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.