A GNR do Posto Territorial de Fânzeres, Gondomar, informou hoje que deteve um homem de 53 anos, suspeito da prática de incêndio florestal no concelho.

Em comunicado, a GNR esclarece que “o indivíduo foi visto por populares a atear fogo a área de mato próxima de habitações, tendo o mesmo sido retido pelos populares e entregue aos militares da Guarda”.

O incêndio, do qual resultou uma área ardida aproximada de 2.000 metros quadrados de mato, e que colocou habitações em risco, foi combatido pelos Bombeiros Voluntários de Gondomar.

O detido é hoje presente no Tribunal de Instrução Criminal do Porto, para primeiro interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.