O funeral do presidente de junta de Queirã, em Vouzela, falecido na sequência de queimaduras num incêndio, realiza-se na quinta-feira, às 17:30, revelou hoje a Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE).

Num comunicado, o Conselho Diretivo da ANAFRE mostra-se «consternado» pelo falecimento de Joaquim da Silva Mendes, presidente da Junta de Freguesia de Queirã, em resultado de ferimentos sofridos no combate aos fogos florestais que assolaram o concelho de Vouzela.

A associação revela que o funeral decorre na quinta-feira, às 17:30, saindo do Lugar de Quintela para a Igreja de Queirã.

«Apelamos aos eleitos de Freguesia que puderem para participarem no funeral, homenageando assim a memória deste nosso colega», acrescenta a ANAFRE, considerando que «é mais um dos eleitos de Freguesia que tomba no cumprimento da sua missão, tantas vezes ignorada pelos poderes públicos ao mais alto nível».

O presidente da Junta de Freguesia de Queirã, Vouzela, sofreu queimaduras num incêndio naquele concelho a 23 de agosto e morreu na terça-feira no Hospital de São João, no Porto.

O autarca tinha ficado com cerca de 60% do corpo queimado, quando ajudava a combater o incêndio.

Além do presidente da junta, ficou ferido no incêndio de Queirã um elemento da equipa de Sapadores Florestais de Vouzela, mas ligeiramente.