Um incêndio está a consumir uma zona de mato na zona de Terras de Bouro no distrito de Braga. O fogo está a ser combatido por cerca de 130 bombeiros, apoiados por quase 40 meios.

No local estão ainda dois helicópteros, um ligeiro e outro pesado.

Segundo os dados publicados no site da Proteção Civil, o fogo deflagrou pelas 11:33 de quinta-feira e prolongou-se durante a madrugada.

O incêndio já teve duas frenets ativas, mas, neste momento, apenas uma permanece ativa, como explicou o comandante Vítor Azevedo à TVI. Trata-se de um local de difícil acesso, num "vale encaixado".

O comandante esclareceu que a linha de fogo "nunca ameaçou as habitações".
 

Fogo em Sarzedo lavrou durante 8 horas e ameaçou população


Um incêndio deflagrou esta sexta-feira à tarde na freguesia de Sarzedo, no concelho da Covilhã e, durante oito horas, as chamas de grande dimensão destruíram uma extensa área de floresta. O fogo só foi dominado às 23:45, disse à Lusa fonte de Comando Distrital de Operações do distrito de Castelo Branco.

A população na aldeia de Sarzedo viu, por várias vezes, as chamas muito perto da povoação. A constante mudança de direção do vento complicou o trabalho dos bombeiros.

Durante a tarde de sexta-feira, o comandante operacional distrital, Rui Esteves explicou que as principais dificuldades encontradas no combate a este fogo, que chegou a estar "relativamente próximo da localidade" se prendiam com o facto de aquela ser uma zona de montanha "com acessos muito difíceis".

Segundo a fonte dos Bombeiros citada pela Lusa, estiveram no terreno 163 operacionais, auxiliados por 49 veículos e três máquinas de rasto.

Este fogo, no concelho da Covilhã, distrito de Castelo Branco, deflagrou às 16:31 de sexta-feira, chegou a mobilizar 186 operacionais e sete meios aéreos.