Perto de 1.900 operacionais combatem, nesta madrugada, 29 incêndios em Portugal continental, segundo a última atualização da página da Autoridade Nacional da Proteção Civil, à 01:10.

A Proteção Civil destaca no seu site seis fogos de grandes dimensões, nomeadamente em Viseu, Castelo Branco, Guarda, Bragança, Vila Real e Faro.

O mais problemático nesta altura, pelo descontrolo das chamas, é o incêndio que lavra na serra de Monchique, no Algarve, e que as autoridades dizem ser uma reativação, às 19:57 de quarta-feira, do fogo de sábado passado.

O incêndio está a lavrar com intensidade devido ao vento e há já o registo de dois bombeiros feridos, um deles numa perna, de acordo com a reportagem da TVI no local. No combate às chamas, que lavram muito perto da aldeia de Casais, que viu algumas das suas casas evacuadas, estão 272 operacionais, assistidos por 89 meios terrestres.

Em Viseu, na localidade de Povoação, 87 operacionais, apoiados por 24 meios terrestres combatiam um fogo com uma frente ativa, que teve início às 16:29.

Em Castelo Branco, no concelho de Proença-a-Nova, 347 operacionais, apoiados por 110 meios terrestres, combatiam um fogo na localidade do Braçal, que teve início às 13:59 e permanecia com uma frente ativa.

Este fogo na localidade de Braçal foi, entretanto, dominado e entrou em fase de resolução cerca da meia-noite. O contigente destacado permanece no local.

Na Guarda, na localidade de Corujeira, um incêndio em mato com duas frentes ativas está a ser combatido por 115 operacionais, apoiados por 33 meios terrestres. O fogo teve início às 13:34.

Em Vila Pouca de Aguiar, no distrito de Vila Real, desde segunda-feira que os bombeiros tentam apagar um fogo na localidade de Soutelinho do Mezio.

O incêndio em mato com uma frente ativa está a ser combatido por 156 operacionais, apoiados por 46 meios terrestres.

Em Freixo de Espada à Cinta, no distrito de Bragança, uma reativação às 14:36, na localidade de Fornos, do incêndio que deflagrou na manhã de terça-feira, está a mobilizar 216 operacionais, apoiados por 81 meios aéreos.