O incêndio que deflagrou hoje à tarde entre Moura e Alqueva, no Alentejo, foi considerado dominado às 18:49 e já foi reaberta ao trânsito a estrada que esteve cortada, disse à agência Lusa fonte dos bombeiros.

O fogo destruiu uma área ainda por calcular de mato, pasto e sobreiros nas margens do rio Ardila, entre Moura e o paredão da barragem de Alqueva, no distrito de Beja.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) indicou à agência Lusa ter sido já restabelecido o trânsito na Estrada Regional 255, um dos acessos à cidade de Moura, que esteve temporariamente cortada entre a ponte sobre o rio Ardila e o cruzamento de S. Miguel.

O alerta para o incêndio, junto à ponte sobre o rio Ardila, foi dado às 15:00, tendo as chamas chegado a lavrar em duas frentes, dominadas pelos bombeiros às 18:49.

As operações de combate às chamas mobilizaram 75 operacionais, com o apoio de 24 viaturas e de dois meios aéreos.