O incêndio florestal que eclodiu sexta-feira no concelho da Sertã, distrito de Castelo Branco, atingiu este sábado à tarde o concelho vizinho de Proença-a-Nova "com violência e muitas projeções devido ao vento", disse à Lusa o presidente da Câmara.

De acordo com João Lobo, as chamas entraram no concelho de Proença-a-Nova cerca das 17:30 deste sábado, perto das povoações de Vergão e Maljoga de Proença, que, no entanto, não chegaram a ser evacuadas "por não ter havido essa necessidade", adiantou.

Está a arder com intensidade, mas já não tem a violência que teve quando entrou aqui há três horas atrás, com rajadas muito grandes de vento que potenciavam grandes projeções", indicou o autarca.

De acordo com João Lobo, uma das frentes dirigiu-se para área já queimada - noutro incêndio ocorrido em julho na mesma zona, com origem na Sertã e que se estendeu a Proença-a-Nova e ao concelho de Mação, no distrito de Santarém - "e extinguiu-se nessa área".

Outros dois focos mantêm-se ativos em Proença-a-Nova e João Lobo antecipou que a noite "vai ser novamente longa para tentar resolver a situação", tendo a autarquia no local três máquinas de rasto em apoio aos operacionais no terreno.

As chamas que eclodiram em Carvalhal, no concelho da Sertã, cerca das 17:30 de sexta-feira, percorreram quase 20 km em linha reta até à zona de Proença-a-Nova e ameaçam chegar novamente ao concelho de Mação "e repetir o fenómeno de finais de julho", disse, por seu turno, o presidente da autarquia Vasco Estrela.

"O incêndio está muito perto, a cerca de 500 metros, a um quilómetro de entrar no concelho de Mação", ilustrou.

De acordo com a página Internet da Autoridade Nacional de Proteção Civil, a combater as chamas na Sertã estavam, às 20:54 de hoje, 794 operacionais, apoiados por 261 viaturas e dois meios aéreos.

Mais de 100 operacionais combatem incêndio em Viseu

Mais de 100 bombeiros combatem hoje à tarde um incêndio com duas frentes ativas no concelho de Sernancelhe, distrito de Viseu, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

A Proteção Civil regista também como 'ocorrência importante' um fogo no concelho de Amarante, distrito do Porto, que começou às 14:33 e está com três frentes ativas, envolvendo no combate 59 operacionais e 15 meios terrestres.

A página da internet da ANPC adianta que o incêndio de Sernancelhe começou às 14:45 e está a lavrar numa zona de mato, mobilizando um total de 113 operacionais, apoiados por 28 viaturas e dois meios aéreos.