A linha ferroviária da Beira Baixa está esta quinta-feira cortada entre Abrantes e Vila Velha de Ródão, devido ao incêndio que lavra na zona, disse à Lusa, pelas 19:15, fonte da empresa Comboios de Portugal (CP).

Desde quarta-feira à noite que a linha ferroviária da Beira Baixa tem sofrido cortes em diferentes troços, indicou fonte da CP, referindo que ao final da tarde de hoje a circulação está interdita entre Abrantes e Vila Velha de Ródão, no distrito de Castelo Branco.

Neste âmbito, a CP está a assegurar o transbordo rodoviário dos passageiros neste troço.

Além da linha da Beira Baixa, a ligação ferroviária da Beira Alta mantém-se cortada entre a Guarda e Vilar Formoso, o que corresponde a “um pequeno trecho” e que não tem causado grande perturbação, uma vez que “há poucos comboios” a operar nesta zona, informou a CP.

Em declarações à agência Lusa, fonte da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) disse que a linha ferroviária da Beira Alta, entre Guarda e Vilar Formoso, foi cortada cerca das 15:45 desta quinta-feira, devido ao incêndio que lavra na zona.

“Foi necessário cortar a linha ferroviária da Beira Alta, entre Guarda e Vilar Formoso”, declarou a adjunta de operações da ANPC Patrícia Gaspar, explicando que o corte se deve ao incêndio que lavra na localidade de Vila Fernando, no concelho da Guarda.