A Polícia Judiciária (PJ) de Aveiro anunciou a detenção de um homem, de 37 anos, suspeito de ter ateado um incêndio numa fábrica em Travassô, no concelho de Águeda, por vingança contra o dono da empresa.

Segundo a PJ, o detido, residente em Albergaria-a-Velha, terá agido "num quadro de litígio" com o proprietário da fábrica, para quem terá prestado alguns serviços.

Os factos ocorreram no passado mês de outubro, quando o suspeito se dirigiu às instalações da empresa e tentou rebentar a porta de entrada, sem o conseguir.

Depois, diz a PJ, partiu um vidro e atirou para o interior da fábrica uma garrafa de plástico contendo vários produtos inflamáveis, envolta num papel a arder, que não chegou a provocar danos.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial tendo ficado sujeito a apresentações periódicas no posto policial da área de residência.

O suspeito ficou ainda proibido de contactar com a vítima e de se deslocar ao local do crime.