A Comissão Técnica Independente (CTI) que investigou o incêndio de Pedrógão Grande aceitou analisar os incêndios florestais de outubro e começará o estudo em janeiro, disse à Lusa fonte parlamentar.

A CTI terá a mesma composição da anterior, com 11 elementos, e será também presida por João Guerreiro. Hoje, a conferência de líderes parlamentares agendou para o dia 7 de dezembro a votação do texto que formalizará a criação daquela comissão.

O texto será consensualizado entre todos os grupos parlamentares, disse o porta-voz da conferência de líderes, Duarte Pacheco.