O incêndio florestal que deflagrou esta quinta-feira, às 15:06, em Chapinheira, no concelho de Góis, foi dominado às 19:27, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Coimbra.

O fogo chegou a ser combatido por 348 operacionais, apoiados por 101 viaturas e oito meios aéreos, dispositivo que se mantinha em ação no local pelas 19:45, de acordo com a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil.

Os bombeiros mantêm-se no local em operações de controlo e rescaldo das chamas, que destruíram uma área de floresta e mato ainda não calculada, mas sem ameaçarem habitações, adiantou a mesma fonte.

Além deste incêndio, que teve início na zona de Chapinheira, na freguesia de Vila Nova do Ceira (concelho de Góis, distrito de Coimbra), lavaram mais sete fogos durante o dia de hoje no distrito de Coimbra, três quais no concelho de Miranda do Corvo e quatro em áreas dos municípios de Pampilhosa da Serra, Tábua, Penela e Condeixa-a-Nova.

Entre as 00:00 e as 19:45 de hoje deflagram um total de 164 incêndios florestais e rurais, cerca de metade dos quais nos distritos de Braga, Santarém e Porto – este foi o distrito mais afetado, com um total de 47 ocorrências, de acordo com a página da Autoridade Nacional de Proteção Civil.