A GNR deteve hoje em Corgo, Celorico de Basto, um cantoneiro da junta de freguesia local, pelo crime de incêndio florestal, informou aquela força.

Segundo a GNR, o homem, de 49 anos, foi detido «em flagrante delito».

O incêndio teve início hoje, pelas 13:05, junto a um caminho florestal que liga as freguesias de Corgo a Canedo de Basto.

«O detido aproveitava as deslocações entre a sua residência e o local de trabalho, particularmente nos períodos de descanso para almoço e final do dia, para cometer este tipo de ilícitos», sublinha um comunicado da GNR.

Para o efeito, «usava um isqueiro com que ateava o fogo».

Ainda de acordo com a GNR, o detido «é suspeito de ser o autor de vários incêndios durante o corrente ano».

O incêndio de hoje foi extinto pelas 15:00, por uma equipa de sapadores de Celorico de Basto, uma equipa da Afocelca e vários residentes.

O homem vai ficar detido nas instalações da GNR de Cabeceiras de Basto até quinta-feira, dia em que será presente a tribunal.