"O incêndio foi dado como dominado às 20:43, mas acabámos por ter dois bombeiros que tiveram de ser socorridos e transportados ao hospital de Torres Novas, do Centro Hospitalar do Médio Tejo (CHMT), com ferimentos ligeiros".

"No caso de um bombeiro o problema derivou da inalação de fumos, e no caso de uma bombeira a emergência decorreu de uma indisposição resultante do trabalho de combate ao incêndio. Ambos foram transportados à unidade hospitalar de Torres Novas, não inspirando cuidados de maior".

O incêndio, que deflagrou às 16:56, em zona de mato e pinhal e "chegou a ameaçar algumas habitações", foi combatido por 204 operacionais apoiados por 57 viaturas e quatro meios aéreos.