O bombeiro com ferimentos mais graves resultantes do incêndio na Serra do Caramulo encontra-se internado na unidade de queimados do Hospital de S. João, no Porto, com «prognóstico muito reservado», disse esta sexta-feira à Lusa fonte hospitalar.

O ferido, pertencente à corporação do Estoril, e que estava no mesmo grupo da bombeira de Alcabideche que morreu no combate ao incêndio, deu entrada naquela unidade do Hospital de S. João cerca das 22:00 de quinta-feira.

Dois outros bombeiros feridos que integravam o mesmo grupo de combate aos incêndios deverão ser transferidos para o hospital da área da sua residência, encontrando-se em estado menos grave, segundo informações avançadas na quinta-feira pelo Hospital de Viseu, para onde inicialmente foram transportados.

Hoje, fonte dos Bombeiros Voluntários de Alcabideche informou que os feridos da sua corporação não correm perigo de vida, esperando-se que recebam alta do hospital de Tondela ou que sejam transferidos para a sua área de residência.

A mesma fonte avançou à agência Lusa aguardar as horas da libertação do corpo da bombeira falecida, em Viseu, para se tratar da trasladação e assim prever as horas para o velório e realização do funeral.

Os operacionais feridos integravam o grupo de reforço de Lisboa para ataque ao incêndio e que ficou cercado pelo fogo.

O fogo na Serra do Caramulo, concelho de Tondela, deflagrou na quarta-feira e foi hoje dado como dominado, às 08:32, depois de mais de 60 horas de combate.