A A4 está cortada nos dois sentidos na localidade de Parada do Pinhão, concelho de Sabrosa, devido aos incêndios no distrito de Vila Real que mobilizam 355 operacionais, apoiados por 100 veículos e quatro meios aéreos.

Segundo informação da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), atualizada às 14:00, a A4 está cortada "em ambos os sentidos entre os quilómetros 104 e 107".

Contactada pela agência Lusa, a Guarda Nacional Republicana (GNR) acrescentou que o corte abrange a zona de Parada do Pinhão, no concelho de Sabrosa.

Segundo a GNR, também a Estada Nacional 15 se encontra cortada ao trânsito na zona de Balsa (distrito de Vila Real).

Já no concelho da Covilhã, distrito de Castelo Branco, encontra-se encerrada a Estrada Municipal 508, na freguesia de Cortes do Meio.

Entretanto, a circulação foi restabelecida na A41, na zona de Aguiar de Sousa, distrito do Porto, bem como a Estrada Nacional 230, também na Covilhã, adiantou a GNR.

Segundo a página da internet da ANPC, consultada pelas 15:00, estavam a ser combatidos 83 incêndios em todo o país, mobilizando 3.439 operacionais, 948 meios terrestres e 29 meios aéreos.

No distrito de Vila Real, apenas o incêndio que começou hoje de manhã em Alijó se encontra ativo, mobilizando 146 operacionais, 38 veículos e quatro meios aéreos.

Já as chamas de Ribeira de Pena (incêndio que, entretanto, está em resolução) estão a ser combatidas por 202 operacionais, apoiados por 60 veículos terrestres.

Como ocorrências importantes, a ANPC identifica para além de Ribeira de Pena os incêndios de Cabeceiras de Basto (Braga), onde 92 operacionais combatem as chamas, apoiados por 26 veículos e dois meios aéreos, assim como o incêndio da Covilhã, onde estão 374 operacionais, 110 veículos e 10 meios aéreos.