Incêndio destrói parcialmente fábrica de móveis

Empresa emprega cerca de 200 trabalhadores

Por: tvi24 / MM    |   26 de Fevereiro de 2014 às 11:11
Um incêndio ocorrido esta quarta-feira de manhã numa fábrica de móveis em Vilela, Paredes, destruiu parcialmente aquela unidade, provocando prejuízos na área de produção, disse à Lusa o comandante dos bombeiros de Lordelo.

«Os prejuízos são bastantes, porque o que ficou danificado não resulta só do incêndio, mas também da intervenção com água que teve de ser feita. Retirámos o que pudemos, mas há sempre danos», explicou Pedro Alves.

O comandante disse à Lusa desconhecer as causas do incêndio, que foi detetado cerca das 07:55. Para o local foram deslocadas quatro viaturas, com 16 elementos daquela corporação.

O fogo provocou temperaturas muito elevadas, danificando a estrutura do edifício e a cobertura. «O fogo foi rapidamente extinto», declarou, acrescentando que os bombeiros «retiraram o que puderam de matéria-prima, para evitar prejuízos mais avultados».

«Aquela parte da fábrica ficou inoperacional, mas o restante pode continuar a trabalhar», observou ainda.

Os funcionários da empresa estão a fazer a limpeza das instalações afetadas pelo incêndio. A empresa emprega cerca de duas dezenas de trabalhadores.
PUB
COMENTÁRIOS

PUB
Três crianças portuguesas morrem em acidente em Espanha

Carro em que seguiam colidiu com um camião na província de Zamora. As crianças, dois rapazes e uma menina, tinham quatro, oito e doze anos