Uma septuagenária vítima do incêndio de Monchique, no Algarve, encontra-se hospitalizada na unidade de queimados do Hospital de São José, com “prognóstico favorável”, informou hoje a Administração Regional de Saúde (ARS) de Lisboa e Vale do Tejo.

Segundo uma nota da ARS, no Hospital de São José, do Centro Hospitalar de Lisboa Central (CHLC), encontra-se internada “uma senhora de 76 anos, vítima do incêndio de Monchique”.

“A idosa está internada na Unidade de Cuidados Intensivos de Queimados, estabilizada, sendo o prognóstico favorável”, acrescentou a nota da assessoria de comunicação da ARS de Lisboa e Vale do Tejo.

A ARS, contactada pela Lusa, explicou não ser possível prestar mais informações acerca da septuagenária internada na unidade de queimados do hospital de Lisboa.

O incêndio na serra de Monchique, distrito de Faro, deflagrou cerca das 13:30 de sexta-feira, na localidade de Perna da Negra, tendo obrigado à evacuação de várias localidades. Ao início da tarde de hoje, a Proteção Civil informou que 95% do perímetro do fogo foi dominado.

As chamas atingiram, além do concelho de Monchique, o de Silves (também em Faro) e o de Odemira (Beja), mas no concelho alentejano as chamas já foram apagadas.

O Plano Municipal de Emergência de Monchique foi ativado e, durante a madrugada de hoje, 25 pessoas sofreram ferimentos.

A ANPC mantém a maioria dos 18 distritos do continente português em alerta vermelho.