A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta quarta-feira ter detido um homem de 67 anos suspeito de ter ateado um incêndio em março, em Atilhó, concelho de Boticas, no distrito de Vila Real.

Esta detenção eleva, de acordo com a PJ, para 46 os suspeitos detidos este ano pelo crime de incêndio florestal.

A detenção foi efetuada pela Unidade Local de Investigação Criminal de Vila Real que referiu, em comunicado, que o homem está “fortemente indiciado” pela prática do crime de incêndio florestal de Atilhó.

O fogo ocorreu durante a tarde do dia 14 de março e “colocou em perigo uma vasta mancha florestal que apenas não foi consumida devido à rápida intervenção dos meios de combate, designadamente dos bombeiros”.

O suspeito, já reformado, vai ser presente a interrogatório judicial para aplicação de eventuais medidas de coação.