A Polícia Judiciária (PJ) de Braga deteve um homem de 45 anos que está “fortemente indiciado” da autoria de um crime de incêndio florestal ocorrido a 31 de Agosto, em Barcelos.

Em comunicado emitido esta sexta-feira, a PJ acrescenta que o detido já tem antecedentes criminais pelo mesmo crime.

De acordo com a PJ, no caso do incêndio de Barcelos, o suspeito, detido com a colaboração da GNR, terá usado um isqueiro para pegar fogo à vegetação e as chamas propagaram-se à área florestal adjacente, composta por eucaliptos de diversos portes.

O incêndio foi combatido pelos bombeiros, que o extinguiram.

O detido vai ser apresentado às autoridades judiciárias competentes, para aplicação das respetivas medidas de coação.

Em 2016, a Polícia Judiciária já identificou e deteve 83 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.