A Polícia Judiciária (PJ) anunciou, esta quarta-feira, ter detido um agricultor de 73 anos pela alegada prática de um crime de incêndio florestal em Cinfães, no distrito de Viseu.

A Diretoria do Norte da PJ refere em comunicado que o homem é suspeito da autoria de um incêndio florestal ocorrido no dia 22 de agosto, no lugar de São Pedro, Sanfins, Cinfães, que pôs em perigo várias habitações.

O incêndio consumiu uma área de floresta e mato de cerca de 10 hectares, tendo havido vários reacendimentos, estimando-se que o total da área ardida seja superior a 100 hectares", adianta a fonte.

A PJ deteve o suspeito com a colaboração do Núcleo de Proteção Ambiental da GNR de Lamego.

O detido vai ser presente à competente autoridade judiciária para primeiro interrogatório e aplicação de medidas de coação tidas por adequadas.

No corrente ano a PJ já identificou e deteve 94 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.