A Unidade de Controlo Costeiro da GNR apreendeu quinta-feira, na Gafanha da Nazaré, Ílhavo, distrito de Aveiro, mais de duas toneladas de bacalhau e paloco, anunciou esta sexta-feira aquela autoridade.

Em comunicado, a GNR explica que a apreensão ocorreu no “âmbito de uma fiscalização a um armazém de transformação de bacalhau”, onde foram “detetadas várias passadeiras que continham as espécies expostas ao ar livre, sem respeitar as normas de higiene e conservação”.

De acordo com a legislação em vigor, citada no comunicado, “a armazenagem de géneros alimentícios deve cumprir as condições adequadas de modo a evitar a sua deterioração ou contaminação, sendo proibida a sua secagem” através daquele método.

A nota acrescenta que o pescado foi apreendido por não se verificarem as condições de higiene necessárias e para garantir a proteção da saúde pública.