A GNR deve hoje de madrugada um homem de 59 anos, suspeito de furtar, por sete vezes nas últimas semanas, a caixa de esmola de uma capela da freguesia de Friestas, em Valença.

Fonte do Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo, explicou que a detenção do homem, natural de Monção, aconteceu pelas 01:15 desta quinta-feira, tendo este sido apanhado pelos militares do destacamento de Valença «em flagrante delito», quando furtava as esmolas da Capela do Senhor dos Aflitos.

«Introduziu-se no interior da capela através da utilização de chave falsa - chave artesanal, ferro dobrado com ranhura -, tendo furtado todo o dinheiro que se encontrava na caixa de esmolas», apontou a fonte.

Aquela capela, acrescenta a GNR, já tinha sido já alvo do mesmo tipo de crime em três noites do mês de novembro, mas nas últimas semanas os furtos participados às autoridades são ainda superiores.

«Num total de sete furtos denunciados no interior da referida capela, os quais terão sido presumivelmente cometidos pelo detido», disse a mesma fonte, assumindo desconhecer ainda o total dos valores furtados.

O homem, que já cumpriu pena de prisão por tentativa de violação, foi entretanto libertado pela GNR, tendo o processo baixado a inquérito, indicou aquela força policial.