A Policia Judiciária (PJ) de Portimão anunciou, esta segunda-feira, a detenção de um homem e de uma mulher, “fortemente indiciados pela presumível prática do crime de escravidão”.
 

“O crime vinha a ser praticado há cerca de 9 anos, sendo vítima um homem atualmente com 61 anos de idade, coabitando com os suspeitos e tendo apenas acesso a uma casa de banho e corredor da habitação. Ao longo de todo este tempo a vítima deixou de ter acesso aos seus documentos e contas bancárias”, esclarece a PJ em comunicado.

  
As investigações tiveram por base uma denúncia feita pela vítima, com a ajuda de um amigo.
 
Os detidos, de 28 e 37 anos, foram presentes a primeiro interrogatório judicial tendo-lhes sido aplicada a medida de coação de termo de identidade e residência.