Inspetores da Polícia Judiciária estiveram na Câmara de Paços de Ferreira, na quarta-feira, a consultar e recolher documentos para apurar eventuais irregularidades praticadas no anterior mandato, confirmou hoje à Lusa fonte autárquica.

Segundo a fonte, a investigação em curso tem a ver com uma exposição ao Ministério Público apresentada no início deste mandato pelo novo executivo, de maioria socialista, liderado por Humberto Brito.

Os socialistas diziam ter dúvidas sobre utilização de fundos comunitários e das cauções prestadas pelos empreiteiros, da alegada responsabilidade da anterior gestão social-democrata de Paços de Ferreira, distrito do Porto, acrescentou a fonte.

Os inspetores analisaram documentos contabilísticos e ouviram o presidente da câmara, o vereador das finanças e um técnico do município responsável pela área financeira.