O recém-nascido que foi levado pela mãe do hospital de Faro continua internado. A mulher regressou a Albufeira, mas não fala sobre a fuga. A avó paterna pede a Alexandra que a deixe ficar com os seus dois filhos.
 

“Dizia-lhe para ela me dar os moços. Era o que eu lhe dizia: para ela me dar os meninos. Eu criava-os. Já criei seis, também criava aqueles”, diz a avó paterna do menino, ouvida pela TVI.

 
O menino mais velho está no Refúgio Aboim Ascensão por suspeitas de maus-tratos e negligência. Recebe visitas regulares do pai. Com Alexandra, só esteve na 2ª feira.
 
O bebé continua internado no Hospital de Faro, onde foi entregue pela mãe após 5 dias com a vida em risco. Nasceu dependente das drogas que Alexandra consumiu durante a gravidez, Poucas horas após o parto, foi privado dos cuidados médicos urgentes de que precisava.
 
Detida pela Polícia Judiciária, Alexandra foi presente a tribunal na sexta-feira. Saiu em liberdade, indiciada pelo crime de exposição ou abandono. Só pode ver o filho no horário de visitas, acompanhada por um enfermeiro ou assistente social.