O hospital de Vila Franca de Xira (HFVX) vai acompanhar os doentes com legionella após a alta hospitalar para evitar «riscos de agravamento», através de um plano que inclui contactos telefónicos e consultas de acompanhamento.

Em comunicado, o hospital adiantou que já tiveram alta até ao momento 17 doentes afetados pelo surto de legionella na zona de Vila Franca de Xira, que ao todo já infetou mais de 300 pessoas e matou sete. 

O plano de acompanhamento dos doentes com legionella após a sua alta envolve o hospital e as unidades de cuidados de saúde primários da zona, nomeadamente o agrupamento de centros de saúde do Estuário do Tejo.

O Hospital de Vila Franca de Xira tem concentrado ao longo da última semana a maioria dos casos de infetados com a bactéria. Os efeitos da greve dos enfermeiros não afetaram o funcionamento das rotinas da unidade hospitalar esta sexta-feira.