Uma mulher deu entrada esta sexta-feira no Hospital do Barreiro com sintomas de ter contraído o vírus ébola. O diretor-geral da Saúde confirmou à TVI24 que este caso foi validado como suspeito.

Francisco George adiantou ainda que a doente estava a caminho do Hospital Curry Cabral, em Lisboa, para ser internada e tratada em isolamento.

A mulher terá contraído o vírus na Guiné Conacri.

Segundo a DGS, serão efetuadas agora análises para confirmar a presença do vírus. Os exames serão feitos pelo Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge e os resultados deverão ser conhecidos ao final desta noite.

Em comunicado enviado às redações o Centro Hospitalar Barreiro Montijo também confirmou a existência desta suspeita.

«O Centro Hospitalar Barreiro Montijo confirma a existência de um caso suspeito de ébola, tendo o utente sido transferido para o Hospital Curry Cabral.»

 
O hospital esclareceu ainda em comunicado que o serviço de urgência «está e sempre esteve a funcionar em pleno».

«O Serviço de Urgência Geral está e sempre esteve a funcionar em pleno. A porta principal de acesso ao serviço está encerrada, de acordo com o que está definido no protocolo, mas os utentes entram por outra porta, sendo atendidos normalmente.»

 

Este é o nono caso suspeito de ébola em Portugal, tendo os outros oito sido todos negativos.