Um homem matou, esta quarta-feira, o pai com um tiro de caçadeira e suicidou-se de seguida com a mesma arma, perto de Cercal do Alentejo, concelho de Santiago do Cacém, revelaram fontes da GNR e dos bombeiros.

Fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal adiantou à agência Lusa que o homicídio seguido de suicídio, cujo alerta foi dado às 11:14, ocorreu junto à Estrada Nacional 120 (EN120).

A fonte da GNR disse que o filho, um homem na casa dos 40 anos, deslocou-se esta manhã ao local onde o pai, com cerca de 80, tinha uma horta, junto à EN120, e disparou um tiro de caçadeira contra o progenitor.

De seguida, acrescentou a fonte, o homem, que mantinha «quezílias» com o pai, dirigiu-se para o automóvel que estava estacionado junto à estrada e suicidou-se com a mesma arma.

Foram mobilizados para o local os bombeiros de Cercal do Alentejo, elementos do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), GNR e a Polícia Judiciária (PJ).

Fontes policiais adiantaram à Lusa que há registo de uma queixa apresentada às autoridades pelo idoso contra o filho, residente em Aljezur, devido a maus tratos.

A investigação está a ser desenvolvida pelo Departamento de Investigação Criminal de Setúbal da PJ.