O homem suspeito de matar o filho em Sesimbra, no distrito de Setúbal, na noite de quinta-feira, com uma arma de fogo, ficou em prisão preventiva, segundo disse à agência Lusa fonte da Polícia Judiciária.

O arguido, que havia sido detido no local do crime, foi presente a primeiro interrogatório judicial esta sexta-feira, tendo o juiz de instrução criminal do Tribunal de Setúbal decretado a medida de coação mais gravosa: prisão preventiva.

O homicídio ocorreu na Rua dos Almocreves, em Pinheirinhos, concelho em Sesimbra, distrito de Setúbal, disse à Lusa o Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Setúbal, na quinta-feira à noite.

Recebemos o alerta pelas 19:00. Tratou-se de um homicídio com uma arma de fogo, que envolveu o pai e o filho. A informação que temos é que o pai disparou contra o filho”, acrescentou o CDOS.

No local estiveram os bombeiros de Sesimbra, a GNR e a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do hospital Garcia de Orta.