A Polícia Judiciária o segundo suspeito de ter assaltado e matado o dono de um café, em Angra do Heroísmo, nos Açores, na passada sexta-feira.

Em comunicado, a PJ revelou que deteve um jovem de 19 anos, “pela presumível prática dos crimes de homicídio qualificado, roubo e detenção de arma proibida”.

Na segunda-feira, a PJ tinha divulgado a detenção de um homem de 28 anos suspeito do mesmo crime, acrescentando agora que “a continuação das diligências investigatórias permitiu alcançar a identificação e localização do presumível segundo autor do assalto à mão armada”.

De acordo com o comunicado, o detido é um “cidadão estrangeiro e sem ocupação laboral”, que será presente a primeiro interrogatório judicial, para aplicação de medidas de coação.

O primeiro suspeito a ser detido já tinha cadastro e encontrava-se em liberdade condicional, tendo sido igualmente presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação de medidas de coação, segundo a Polícia Judiciária, que revelou ainda ter recuperado a “arma do crime”.

Na tarde de sexta-feira, o dono do café Pastelaria Memória, na freguesia da Conceição, em Angra do Heroísmo, foi mortalmente agredido com uma arma branca.

A vítima foi assistida no local, para onde seguiu uma ambulância e uma viatura de suporte imediato de vida, tendo sido depois transportada para o Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira, mas não resistiu aos ferimentos.