O homicídio de um homem em Arcozelo, Barcelos, ocorreu "num quadro de alcoolismo e toxicodependência", informou hoje fonte da Polícia Judiciária.

Segundo a fonte, agressor e vítima partilhavam um barraco numa quinta e ter-se-ão desentendido na noite de domingo.

No meio da discussão, a vítima terá sido esfaqueada, acabando por morrer.

O alegado homicida entregou-se hoje na esquadra da PSP de Barcelos, dando conta do local onde se encontrava o cadáver e assumindo a autoria do crime.

Os Bombeiros de Barcelos foram chamados ao local, pela PSP, perto das 12:10.

O suspeito acabou por ser detido pela Polícia Judiciária e vai ser apresentado a tribunal, para primeiro interrogatório judicial e aplicação das respetivas medidas de coação.

Segundo vizinhos da quinta, o suspeito e a vítima eram arrumadores de carros no Campo da Feira, na cidade de Barcelos, e pernoitariam naquele barraco há cerca de três anos.

Os vizinhos criticaram os "frequentadores" daquela quinta, referindo que chegam a juntar-se ali "10 ou 20 pessoas", alegadamente para consumo de droga e de álcool.

Hoje, registaram-se cenas de algum conflito entre os vizinhos e alguns dos indivíduos que frequentam a quinta.

No local, o dono da quinta disse aos jornalistas que nunca deu autorização para eles ficarem ali, mas adiantou que acabou "por os deixar ficar".

A quinta, que integra uma urbanização, está abandonada há cerca de uma década, alegadamente devido a um diferendo judicial.