A Polícia Judiciária de Leiria deteve um homem de 66 anos, pela presumível prática dos crimes de homicídio qualificado, violência doméstica e detenção de armas e munições proibidas. O homem é suspeito de ter morto o genro a tiro, em Tomar, no último domingo.
 
«A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Leiria, no decurso de diligências de recolha de prova na sequência da detenção de presumível autor de crime de homicídio perpetrado no passado domingo, dia 21, em Tomar, detetou e apreendeu várias armas de diferentes tipos e munições de calibres diversos», indicou a PJ, em comunicado enviado às redações.


 
Ainda de acordo com o mesmo documento, «parte das armas e munições apreendidas encontravam-se dissimuladas em esconderijos apropriados para o efeito, no interior e no exterior da habitação do detido».


 
O detido, reformado, vai ser presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.