Foi detido pela Polícia Judiciária um homem de 66 anos suspeito de ter matado a tiro um outro homem, há mais de sete anos. Foi preso na terça-feira, antevéspera de Natal, quando se preparava para passar o Natal com a família, perto de Chaves.

O crime remonta à Páscoa de 2007. Depois de uma discussão entre dois homens, no parque de estacionamento de um bar noturno, numa localidade do concelho de Montalegre, o alegado homicida atingiu mortalmente com três tiros um indivíduo mais novo.

«O arguido, por motivos fúteis, efetuou então vários disparos a curta distancia com uma caçadeira em direção à vitima, um homem de 43 anos, quando este se encontrava no interior do seu veículo automóvel, provocando-lhe a morte de imediato e fugindo do local, estando ausente desde essa altura em parte incerta», diz o comunicado da PJ.

Na época, três cidadãs brasileiras, que assistiram a tudo, prestaram depoimento para memória futura.

O homem fugiu e nunca mais foi visto pelas autoridades, até agora, quando regressou, presumivelmente de França, para passar o Natal com a família. Acabou surpreendido pela PJ.

Foram ainda apreendidas três caçadeiras e três revólveres, para além de ter sido desmantelada uma estufa de cannabis bastante sofisticada e que seria utilizada para negócios na região.

O homem será presente a tribunal esta sexta-feira, dia 26 de dezembro, para conhecer as medidas de coação.