O Centro Materno Infantil do Norte (CMIN) vai chamar-se Dr. Albino Aroso, como forma de homenagear o médico, que faleceu esta quinta-feira, pelos serviços para a promoção do planeamento familiar e da saúde materna e infantil.

O ministro da Saúde aceitou a proposta do conselho de administração do Centro Hospitalar do Porto e da Administração Regional de Saúde do Norte para que o CMIN tenha o nome do médico que, segundo o próprio Ministério da Saúde, «deu um enorme contributo público na obtenção de ganhos de saúde, que levou Portugal a colocar-se entre os cinco países do mundo com mais baixa taxa de mortalidade maternoinfantil, à frente de países como a Inglaterra, França e Estados Unidos da América».

O Centro Materno Infantil do Norte, unidade que está integrada no Centro Hospitalar do Porto, tem prevista abertura da primeira fase para o início de 2014.

Albino Aroso é considerado o pai do «planeamento familiar» e foi o médico português que mais influenciou o desenvolvimento da saúde da mãe e da criança.