A Unidade Nacional de Trânsito do Destacamento de Ação Conjunta da GNR do Porto deteve esta terça-feira um condutor na A1, na posse de 30 quilogramas de um produto que se suspeita seja haxixe, disse fonte daquela estrutura.

O capitão Nuno Lopes, comandante do Destacamento de Ação Conjunta (DAC) do Porto, explicou à agência Lusa que, cerca das 12:00, uma patrulha introduziu no sistema a matrícula de um veículo e percebeu que esta não tinha a inspeção obrigatória.

Foi, então, dada «ordem de paragem, que não foi cumprida» e foi, então, perseguido «o veículo durante uns 12 quilómetros», até ser parado.

«O condutor foi fiscalizado e, por aparentar algum nervosismo, foi então descoberto na mala do carro cerca de 30 quilogramas de um material que se presume ser haxixe», acrescentou.

A detenção foi efetuada na zona da Mealhada/Anadia.

O indivíduo, aparentando 30 anos, foi conduzido à GNR da Mealhada e vai ser presente às entidades judiciais.