Três lusodescendentes estão entre as pessoas acusadas num homicídio que ocorreu num restaurante em Hamilton, na província canadiana do Ontário, disse hoje à agência Lusa uma fonte da polícia local.

Louis Rebelo, Brandon Barreira e Joshua Barreira estão entre os seis suspeitos de assassínio de Tyler Johnson, de 30 anos, que morreu a 30 de novembro do ano passado, por ferimentos de balas, após um desentendimento entre dois grupos de homens, em frente a um restaurante na cidade de Hamilton.

Segundo uma nota da polícia de Hamilton, a que a Lusa teve acesso, Louis Rebelo, de 26 anos, foi detido na semana passada e acusado de homicídio em primeiro grau, Brandon Barreira, de 19, foi preso em Cambridge, no passado mês de dezembro, e também enfrenta a mesma acusação.

Dois homens de Hamilton, Chad Davidson, de 34 anos, e Joshua Barreira, de 25 anos, foram no início deste mês acusados de assassínio em primeiro grau.

Um outro homem, de 27 anos, e uma mulher, de 28, estão acusados de cumplicidade por terem ajudado os suspeitos depois do crime.