Um dos sete detidos esta quinta-feira na operação Caretos da Polícia judiciária é o fundador do site Tugaleaks, o jornalista Rui Cruz, apurou a TVI.
 
O site Tugaleaks apresenta-se como um site «sem qualquer influência de partidos, religião ou outras que possam comprometer o nosso rigor informativo», lê-se no estatuto editorial. O Tugaleks é também o site que divulga notícias dos ataques do grupo de piratas informáticos, «Anonymous Portugal».
 
 

No início de fevereiro, o Ministério Público arquivou o processo que visava Rui Cruz, por alegada violação de correspondência ou telecomunicações, tendo este dito que iria pedir uma indemnização. 
 
A Procuradoria-Geral da República e Polícia Judiciária lançaram, esta quinta-feira, uma operação contra piratas informáticos que atuavam em Portugal. Em comunicado, as autoridades informam que foram detidos sete suspeitos, constituídos 14 arguidos e efetuadas buscas a mais de 20 casas e num órgão de comunicação social.
 
Na nota da Procuradoria-Geral da República lê-se que foram realizadas «mais de duas dezenas de buscas domiciliárias e uma busca a um órgão de comunicação social, no âmbito de um inquérito dirigido pelo Ministério Público e onde se investigam diversos ataques informáticos».

A Polícia Judiciária acrescenta que a operação ocorreu esta manhã, em vários locais do território nacional, e que tinha como objetivo «combate à criminalidade informática e tecnológica, designadamente à atividade ilícita conhecida como hacktivismo».