A Guardia Civil de Espanha, que contou com o apoio de equipas de resgate da GNR, deu, esta quinta-feira, por encerradas as operações de busca do montanhista português João Marinho, desaparecido nos Picos da Europa há duas semanas.

Em comunicado, a Guardia Civil espanhola informa que às «18:00 deu por finalizada a busca do montanhista desaparecido», após o agravamento das condições meteorológicas.

Numa nota enviada à agência Lusa, a GNR explica que nos últimos dias as condições do terreno e do estado do tempo agravaram-se de forma significativa, tendo condicionado o trabalho das equipas de resgate da Guarda Nacional Republicana e da Guardia Civil.

A GNR acrescenta que o vento forte e a neve acumulada em altitudes mais elevadas «impedem que sejam realizadas ações de busca, por falta de condições de progressão e de visibilidade que permitam a identificação de vestígios, cenário que se agravará nos próximos tempos», limitando assim o trabalho no terreno.

«Perante estas condições, a Guardia Civil espanhola deu por encerradas as buscas, terminado assim a colaboração dos militares do Subagrupamento de Montanha da Serra da Estrela e dos binómios cinotécnicos da GNR», sublinha esta força militar, que deixa Espanha com tristeza.

«Os militares da GNR encararam cada dia de busca com a esperança de encontrar o montanhista português, sendo com profunda tristeza que regressam amanhã [sexta-feira] a Portugal», conclui a nota.

João Marinho, atleta natural de Amarante, distrito do Porto, é adepto de desportos radicais e encontra-se desaparecido há cerca de duas semana, nos Picos da Europa, ao que tudo indica próximo de Pena de Santa de Castilla, entre a vertente de Leão e das Astúrias.

As últimas fotografias de João Martinho nas redes sociais Facebook e Instagram datam de 04 de novembro passado e, nelas, o aventureiro aparece com o equipamento de montanha e com os Picos da Europa como pano de fundo.

A notícia do desaparecimento do montanhista, que se apresenta como «ciclista de montanha, corredor de trilhos e viciado em desportos de aventura», na página do Facebook, está nas redes sociais desde há mais de uma semana, com vários comentários de encorajamento e de esperança de que o cidadão português ainda seja encontrado com vida.

João Marinho foi o impulsionador do Douro Bike Race, organizou a prova de BTT Mountain Quest e o Réccua Douro Ultra Trail.